Imprescindível: publicado como de costume pelo Project for Excellence in Journalism, o relatório inclui este ano uma topografia de sites informativos.

E mais: faz-se acompanhar de um teste, para que os utilizadores avaliem comparativamente as páginas informativas. [Ainda não está a funcionar a 100%]

Alguma breves conclusões:

  1. Os web sites desenvolveram-se para além do seu media de raiz.
  2. Os sites informativos parecem explorar duas áreas da web: a) uma identidade própria através de conteúdos originais e de um processo editorial distinto; b) o potencial da informação personalizada, através das capacidades de mobilidade.
  3. Os sites informativos fizeram o mínimo por aprofundar as notícias [ligações para os documentos originais, material de contexto, etc…]
  4. O jornalismo digital continua a não explorar o potencial de participação dos utilizadores.
  5. Sendo assim, apenas alguns sites aproveitam as múltiplas áreas do potencial da rede.

Deixo aqui o sumario.pdf das principais conclusões.

Advertisements