Hoje, Canal de História, 20h:

Em Março de 2003, uma equipa de correspondentes internacionais assistiu, na linha da frente, à invasão do Iraque, levada a cabo pelas tropas norte-americanas. Equipados com telefones com ligação via satélite e câmaras digitais, estes intrépidos profissionais da informação trouxeram, até às nossas casas, cada minuto do conflito iraquiano. Tendo em conta a antiguidade deste ofício (as crónicas de guerra são tão antigas como os próprios conflitos), trata-se de um trabalho fundamental para conhecer os acontecimentos dos tempos de guerra.

[Obrigado Pim]

PS – Aproveito para informar que, progressivamente e já a partir de hoje, o Diplomaticar vai especializar-se nos temas relacionados com a reportagem em ambiente hostil.

Advertisements