Francamente não percebo, junto a minha voz ao coro crítico, mas na verdade já nem sei se me espanto: 1,5 milhões de euros para isto?

Merece explicação pública.

Advertisements